Buscar
  • Cuideme.Care

Saúde mental na melhor idade

A velhice é o tempo de descanso após uma vida inteira de trabalho, um tempo para se cuidar, aproveitar a família e se dedicar a atividades prazerosas. Muitas pessoas que trabalharam durante toda vida, ao se aposentarem começam a se sentirem "inúteis". Esta é uma sensação muito comum, e muito dolorosa. Nessa fase, a perda da autonomia, a solidão, o medo e outras limitações interferem negativamente e geram diversos problemas.


Nesse processo, a maneira de lidar com as emoções e sentimentos varia de pessoa para pessoa. É preciso estar atento à forma que o seu familiar está lidando com tantas mudanças, por conta do envelhecimento. Muitas vezes eles não conseguem colocar em palavras o seu sofrimento, não aceitam as mudanças ou até mesmo têm a dificuldade de se perceber como uma pessoa que sofre. Portanto, é preciso ser extremamente cuidadoso e ter atenção redobrada à saúde emocional dos idosos.


Os idosos precisam de mais atenção, pois geralmente fazem uso de muitos medicamentos. É importante se manter alerta sobre mudanças repentinas ou diferentes dos habituais, como um humor mais retraído, perda do interesse em coisas que geralmente davam prazer, distúrbios de sono, perda do apetite, descuido com imagem e higiene, menor capacidade de concentração e memória, são alguns indicadores que algo não vai bem.


Para ter uma saúde mental saudável, os idosos precisam envelhecer em um ambiente saudável, com bom convívio família e com amigos, praticar atividades físicas, dormir bem e tentar manter um estilo de vida saudável, cuidando da saúde do corpo e da saúde mental. Os hobbies e passatempos também devem ser adaptados para que possam ocorrer na segurança de casa.


Proteger a saúde mental dos idosos é tão importante quanto cuidar da saúde física, pois a instabilidade emocional os torna mais vulneráveis a outras doenças. Então a qualquer alteração perceptível é essencial que o médico seja procurado, como o psiquiatra, geriatra ou o médico assistente no tratamento do idoso. Sempre busque orientação profissional, dessa forma, o idoso e a família são orientados de forma adequada a entender que não é preciso passar por esse momento de forma solitária.


12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo